IDÉIAS DO ESPOCKE

          1 — Céu e Inferno são produtos mentais. Eles não existem fisicamente, não podemos localizá-los de maneira geográfica. Assim, tanto Deus quanto o Diabo podem ser interpretados como entes psicológicos. Nesse aspecto, estão vinculados a nós devido à nossa personalidade. Simplificando, são frutos subjetivos, normalmente de caráter cultural. 2 — As emoções negativas são infernais. O homem saturado de ódio é um demônio. Os prazeres inferiores são exatamente a tortura dos que se conectam a eles. Qualquer sentimento de ordem superior pode salvar. Pessoas caridosas e pacíficas são divinas. Todo prazer benéfico ao progresso espiritual é nobre. 3 — Não nos depreciem, mal-interpretando como se fôssemos ateus ou niilistas, porque não somos. Isso precisa ficar óbvio. Sabemos que o Supremo exista. No entanto, entendemos que Ele esteja em nós, não "fora". 4 — Por trás do corpo. Na raiz do cérebro. No fundo dos pensamentos... O Altíssimo é justamente a Consciência dentro do nosso Eu. Não somos o corpo. Também não somos o cérebro. Nem a mente. Nós somos precisamente o Eu Sou: a Consciência Suprema, o Único existente. 5 — *O Todo completo é a Personalidade total*. Só o EU SOU é real. Ele existe antes da própria existência. Ele é anterior inclusive ao ser. A Consciência é Ele. O EU dentro de cada partícula da Criação é o próprio Criador.